Método de análise não destrutivo: B-scan

Para realizar a inspeção de equipamentos e industriais são utilizados vários métodos, e cada um deles tem suas vantagens, mas algumas vezes certos tipos de métodos de inspeção se sobressaem por conta de sua melhor precisão ou por apresentar resultados mais completos e precisos para certas situações.

Um desses métodos de inspeção de instrumentos é feito através de ultrassom, que através de ondas sonoras é possível mapear um objeto, local, ambiente, entre outras coisas. Um dos modelos de ultrassom é o B-scan, esse método é utilizado para ensaio não destrutivo de equipamentos, tanques de armazenamento, caldeirarias e indústrias em geral, utilizando ondas sonoras acústicas para realizar a inspeção desses instrumentos e locais, gerando gráficos com os resultados da medição.

Qual o diferencial em utilizar o método B-scan?

O método de ultrassom B-scan é utilizado para testar esses equipamentos, já citados anteriormente, sem que precise haver alguma interferência física neles, já que através da reflexão de ondas sonoras é possível ter uma visão mais precisa sobre a estrutura desses equipamentos, dessa forma é possível identificar se há fissuras e falhas internas através dos resultados dos gráficos gerados através do teste.

Portanto, podemos concluir que a utilização do ultrassom como método de ensaio não destrutivo, sendo o modelo B-scan, é uma melhor solução quando é preciso verificar a estrutura de equipamentos de forma mais precisa, já que as ondas sonoras conseguem realizar um mapeamento mais preciso, verificando a parte interna da estrutura do item ou da área analisada, conseguindo encontrar defeitos em soldas e ligamentos que precisam ser reforçados ou refeitos.

Postagem criada em: 05/05/2022 - 16:53


Sobre a categoria dessa página Soluções: Conheça um pouco mais sobre as soluções oferecidas por empresas de diversos segmentos, qualidade no atendimento e na prestação do serviços.